Este artigo é destinado a alunos ao longo da vida, chamados a experimentar a vida em um mundo em rápida mudança, e visa, de alguma forma, ajudá-los a levar uma vida mais produtiva e significativa diante da incerteza constante, juntando se aos concurseiros unidos.

É principalmente destinado a professores. Quem está ensinando agora, ou será professor em breve, provavelmente também continuará ensinando daqui a 20 a 30 anos.

As coisas mudam rápido embora. A globalização, o avanço tecnológico, as mudanças climáticas, o aumento da desigualdade social e econômica levarão a um futuro ainda mais incerto e que não é fácil de prever. Professores e alunos precisam entender a incerteza e estar prontos para enfrentá-la.

concurseiros unidos

Afinal, a incerteza é um desafio e uma força motriz importante na aprendizagem. Enfrentar a incerteza e ter as habilidades e habilidades necessárias para fazê-lo, deve ser assumido conhecimento após anos de educação e aprendizado. Esse conhecimento assumido é um pré-requisito para a vida no século XXI.

Mas como ensinamos / aprendemos a incerteza?

APRENDENDO JUNTOS

Professores e alunos devem enfrentar juntos qualquer futuro, situação e processo de aprendizagem pouco claros. A incerteza está em tudo, especialmente na educação. Cada aluno é diferente, seus antecedentes são diversos e as condições de aprendizado diferem o tempo todo, segundo os concurseiros unidos. O mesmo se aplica aos professores, pois nem todo professor possui as mesmas habilidades e conhecimentos.

Para aprender a incerteza, devemos aprender um com o outro. Os professores devem participar do processo de aprendizagem, e não apenas facilitar. Eles guiarão os alunos através dele, é claro, mas com a mentalidade de que todos estão enfrentando um desconhecido comum. Para esse objetivo, os alunos devem ser convidados a contribuir e serem bem-vindos e incentivados a ajudar.

concurseiros unidos
concurseiros unidos

CONSTRUINDO AUTO-CONFIANÇA

Esse incentivo levará a mais iniciativa e aumentará a autoconfiança dos alunos. A autoconfiança é essencial quando você enfrenta incertezas. Não importa o que você esteja enfrentando, quando estiver confiante, sempre confie em si mesmo para lidar com isso.

Entre a lista amplamente aceita de habilidades do século XXI, duas são extremamente importantes para enfrentar a incerteza: flexibilidade e resiliência. Ter essas habilidades que pode ser adquirida com os concurseiros unidos pode ajudar você a se adaptar e perseverar facilmente em situações desafiadoras. Os alunos também devem ser ensinados a adquirir conhecimentos bem redondos do mundo, a participar ativamente do que está acontecendo ao seu redor, além de serem prospectivos e conscientes.

PROMOVENDO A CURIOSIDADE

O futuro incutirá nos alunos uma curiosidade natural. Seu foco deve ser direcionado para respostas fáceis, que raramente existem de qualquer maneira. Em vez disso, eles devem se concentrar no processo de aprendizagem, ver a incerteza e amar o processo.

Como o futuro não é claro e o processo de aprendizado é cheio de incertezas, também não deve haver um objetivo final claro de nosso aprendizado. Todo mundo aprende de maneira diferente e em um ritmo diferente. Todos aprendem lições e significados diferentes do mesmo ensino. O objetivo deve ser curiosidade contínua, incentivo e capacitação: isso tornará o aprendizado mais emocionante e mais fácil de definir como um processo diário e constante.

Os professores, como acredito, precisam dar o exemplo. No caso do ensino da incerteza, eles precisam mostrar humildade. Eles precisam, antes de mais nada, admitir aos alunos que os professores nem sempre sabem. O conhecimento está sempre evoluindo e a educação é cheia de incertezas. Portanto, os professores precisam ser humildes em suas abordagens e sempre aprender enquanto ensinam.

concurseiros unidos
concurseiros unidos

POR SER REALISTA

Dessa maneira, eles podem ser realistas sobre quem são e o que podem ser alcançados. Aprender por incerteza implica que o aprendizado acontecerá na vida real e será relevante para o mundo real. Os professores precisam lembrar e esclarecer aos alunos que a incerteza existe porque nem tudo é preto e branco.

Não existe certo ou errado absoluto, existem apenas muitos motivos e perspectivas diferentes, que levam a situações futuras imprevisíveis e incertas.

Lembre seus alunos das diversas realidades existentes. Lembre-os de que, para cada uma dessas realidades, há muito mais interpretações que levam a uma estrutura social muito complexa e difícil de entender. E lembre-se, como professor, de lutar por sua liberdade para ensinar como você julga necessário. Caso contrário, qualquer tentativa de ensino da incerteza pode ser quase impossível dentro de um currículo estritamente estabelecido e de uma série de sistemas limitadores.

Um bom exemplo de incerteza na educação pode ser encontrado nas escolas de educação especial. Lá, a diferença entre os alunos pode ser facilmente vista. Os professores que trabalham com pessoas desafiadas estão acostumados a lidar com a incerteza todos os dias. A experiência desses professores e o ensino nesse cenário são um bom passo para todos que desejam entender, aceitar e enfrentar a incerteza.

Para concluir, os professores devem procurar nutrir a mentalidade saudável e ao longo da vida de um aluno, tanto em si quanto nos alunos.

O objetivo final claro é dominar profundamente o processo, praticando-o constantemente. Dessa maneira, a incerteza pode ser aprendida e os aprendizes da incerteza podem finalmente se sentir confortáveis com a mudança.

Referência